Parashat Shlach

Chegamos ao famoso parashah dos “espiões”, no qual Moshe escolhe 12 príncipes das Tribos de Israel para inspecionar a Terra Prometida. Infelizmente, quando voltam, 10 deles caluniam a natureza de Eretz Israel e toda aquela geração morre no deserto. Há muitas preocupações que surgem, mas eu gostaria de discutir uma em particular. Antes de enviá-los, Moshe muda o nome de um deles, seu amado discípulo “Hoshea” (salvo), e acrescenta a letra Yod a seu nome “Yehoshua” (salvo por Deus). Os Sábios explicam que Moshe, sentindo o pecado dos espiões, quis evitar que Yehoshua os “pegasse”, e acrescentou Deus ao seu nome para lhe dar proteção, e isso funcionou, mas por que Moshe não mudou os nomes dos outros? Embora Deus também tenha mudado alguns nomes ao longo da história, como Abrão sem a letra H (pai da cidade de Aram), para Abraão com H (pai de muitos povos), isso se deveu ao fato de Abraão ter ganho seu novo nome ao trabalhar arduamente para que a humanidade reconhecesse a existência de Deus em uma era inundada de idolatria. Yehoshua também tinha trabalhado para adquirir boas qualidades como humildade, etc. O novo nome foi apenas um pequeno empurrão para lhe dar proteção extra. Não há atalhos ou feitiços mágicos, se queremos ser realmente grandes, vamos fazer isso!

Leave a Reply

Your email address will not be published.