Parashat Masei

Em nosso parashah, Masaei, com o qual terminamos o quarto livro de Bamidvar, Deus ordena a Am Yisrael que antes de entrar na Terra Prometida eles devem expulsar seus inimigos e destruir seus ídolos, caso contrário eles eventualmente conspirarão para aniquilá-los ou incitá-los à idolatria. Mas não seria uma idéia melhor integrá-los à sociedade para viver em paz e harmonia com Bnei Yisrael? Era uma vez um rei que deu uma grande festa para seu aniversário. Às pessoas que ele deu sacos de pão fresco, aos que lhe eram próximos, panos de seda finos; e aos seus filhos, para mostrar seu afeto, ele os convidou para um grande banquete no palácio. Mas quando o rei entrou no cofre, ele os encontrou comendo e bebendo com seu pior inimigo! Como é possível que Am Israel, sendo os filhos amados de Deus, O esqueça em seu próprio palácio e tente coroar falsos ídolos? Os Sábios dizem “Ai dos ímpios, e ai do próximo”, para nos ensinar que, não importa quão grande seja nossa fé em Deus, quantos milagres tenhamos experimentado, ou quão próximos de Deus nos sentimos, todos somos vulneráveis às más influências daqueles que nos rodeiam. É por isso que devemos alimentar constantemente nossa fé e nos cercar de pessoas que compartilham nossos ideais e são uma boa influência sobre nós.

Leave a Reply

Your email address will not be published.